VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 411-417

Disponibilidade de invertebrados aquáticos para peixes bentófagos de dois riachos da bacia do rio Iguaçu, Estado do Paraná, Brasil

Regina Russo, MárciaFerreira, AndersonMaria Dias, Rosa

Assumindo que os organismos que os peixes consomem refletem sua disponibilidade no ambiente, os objetivos deste trabalho foram verificar, através da dieta, quais os principais organismos que compõem a bentofauna disponível para peixes bentófagos, e analisar as variações espaço-temporais e ontogenéticas na dieta deste grupo de peixes. As coletas foram realizadas mensalmente de março/2000 a fevereiro/2001 através de pesca elétrica em dois riachos da bacia do rio Iguaçu e os estômagos (n=329) analisados pelo método volumétrico. A análise da dieta revelou uma grande diversidade de invertebrados bênticos, principalmente insetos de várias ordens, sendo as mais consumidas Ephemeroptera, representada por três famílias, Diptera por onze e Trichoptera por nove famílias, sendo esses, os organismos mais disponíveis para a alimentação, além de diversos organismos menos representativos. Os resultados de correlação de Spearman foram altamente significativos, revelando forte similaridade espacial, temporal e ontogenética. Essa grande disponibilidade de recursos aquáticos, provavelmente seja a maior responsável pela elevada abundância de indivíduos do gênero Trichomycterus (Siluriformes, Trichomyspteridae) nos ambientes analisados.

Texto completo