VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 619-623

Atividade de glutationa S-transferase na metabolização de acetochlor, atrazine e oxyfluorfen em milho (Zea mays L.), sorgo (Sorghum bicolor L.) e trigo (Triticum aestivum L.) (Poaceae)

Catarina Cataneo, AnaLuiz Chamma, KarinaCésar Ferreira, LeonardoFernando Gomes Déstro, GuilhermeClaudionir Carvalho, JoséLourenzi Barbosa Novelli, Ethel

Este experimento foi conduzido para avaliar a seletividade em plantas dos herbicidas acetochlor, atrazine e oxyfluorfen em relação à atividade da glutationa S-transferase (GST) em plantas de milho (Zea mays L.), sorgo (Sorghum bicolor L.) e trigo (Triticum aestivum L.) (Poaceae). A atividade da GST foi detectada às 24, 48 e 72 horas após as aplicações dos tratamentos. Os tratamentos do experimento consistiram de aplicação com água (controle), acetochlor (3 L.ha-1), atrazine (4 L.ha-1) e oxyfluorfen (1 L.ha-1). As maiores atividades de GST foram observadas na presença de acetochlor, principalmente às 48 horas após o tratamento. Esses aumentos foram 105, 148 e 118% em relação ao controle para milho, sorgo e trigo, respectivamente. É sugerido que a GST pode ter papel na degradação de acetochlor e pode ser uma das razões para a seletividade desse herbicida para essas culturas.

Texto completo