VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 181-187

Qualidade do queijo e do leite de vacas F1 Holandês x Zebu alimentadas com níveis de casca de banana

Melo, Marco Túlio Parrela deRocha Júnior, Vicente RibeiroCaldeira, Luciana AlbuquerquePimentel, Paulo Roberto SilveiraReis, Sidnei Tavares dosJesus, Diego Lucas Soares de

Objetivou-se avaliar os efeitos dos níveis de inclusão da casca de banana seca ao sol na dieta de vacas mestiças sobre a qualidade do queijo Minas frescal e do leite. As dietas foram constituídas de 0, 15, 30, 45 e 60% de substituição da silagem de sorgo pela casca de banana. Foram utilizadas 10 vacas em um delineamento experimental com dois quadrados latinos 5 x 5. Amostras de leite de cada vaca foram analisadas quanto à composição. O leite foi pasteurizado para fabricação do queijo Minas Frescal, que foi pesado para determinação do rendimento e analisado para textura, características físico-químicas e teste de aceitação geral pelo consumidor. O nitrogênio uréico do leite apresentou efeito quadrático com ponto de mínimo ao nível de 43,76% de substituição da silagem pela casca de banana. Os demais itens avaliados na composição do leite e do queijo, bem como os testes de aceitação geral pelo consumidor, não sofreram influência das dietas com inclusão de casca de banana. A substituição de até 60% da silagem de sorgo por casca de banana pode ser uma alternativa viável, pois não altera a composição físico-química do leite e do queijo Minas Frescal, bem como aceitação deste pelos consumidores.(AU)

Texto completo