VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 189-194

Produção e economicidade de categorias de bovinos de corte em confinamento

Santos, Petrônio Batista dosSantana Júnior, Hermógenes Almeida deAraújo, Marcos Jacome deOliveira, Aracele Prates deFreitas, Tiago BrandãoViana, Pablo Teixeira

Objetivou-se avaliar a produção e a viabilidade econômica de bovinos de corte confinados no bioma Cerrado do estado do Piauí, Brasil. Cento e cinquenta bovinos - 50 novilhos não castrados (NNC) com peso corporal de 283,0 ± 20,82 kg, aos 30 meses de idade; e100 vacas de descarte (VD) com peso corporal de 296,1 ± 17,80 kg, aos 100 meses de idade - foram utilizados em delineamento inteiramente casualizado. Os indicadores de desempenho animal para a avaliação da viabilidade econômica foram idade inicial (meses), idade de abate (meses), peso corporal inicial (kg), peso corporal final (kg), ingestão diária de alimento (kg animal-1; kg custo de alimentação-1 (R$ kg-1 de dieta), custo por kg produzido (R$ kg-1 produzido) e preço médio do kg de carne para acabamento. Essas variáveis foram obtidas a partir da coleta de dados realizada durante o experimento. As VD consumiram mais silagem e concentrado de sorgo do que os NNC (p 0,05). Houve diferença entre as categorias (p 0,05) para a receita bruta, o saldo, o custo de oportunidade e a receita líquida por animal, com maiores valores encontrados para NNC. A categoria de animais não afetou a rentabilidade do sistema, embora os novilhos tenham fornecido menores receitas do que as vacas de descarte.(AU)

Texto completo