VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 307-310

Índice de tolerância ao calor, consumo alimentar e ganho de peso de ovinos da raça Santa Inês na região agreste do Estado de Pernambuco, Brasil

Silva Filho, Florisval ProtásioAzevedo, Marcílio deCosta, Lígia Alexandrina Barros daLana, Ângela Maria QuintãoFerreira, Marcelo de AndradeBatista, Ângela Maria Vieira

Os objetivos deste trabalho foram verificar a influência da cor do pelame na tolerância ao calor e ganho de peso de 21 cordeiras da raça Santa Inês, não-gestantes e não-lactantes, sendo sete de cada uma das pelagens preta, castanha e branca, com peso médio inicial de 25,71; 24,85 e 25,00 kg, respectivamente, para os animais brancos, castanhos e pretos e aproximadamente 12 meses de idade. Os experimentos foram conduzidos durante o verão na região agreste do Estado de Pernambuco, Brasil. O índice de tolerância ao calor e o desempenho dos animais foram avaliados uma vez por semana durante oito semanas. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com três tratamentos e sete repetições. Ovinos brancos apresentaram pequena superioridade na tolerância ao calor que os castanhos e pretos, 88,3; 85,5 e 86,6 respectivamente, mas isso não se refletiu no desempenho produtivo dos animais, os quais apresentaram ganho de peso médio diário de 170,10; 193,69 e 199,50 g para os animais brancos, castanhos e pretos, respectivamente.(AU)

Texto completo