VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 193-199

Termorregulação de vacas da raça Girolando no período de verão, no Estado de Pernambuco, Brasil

Lima, Ivalda de AlbuquerqueAzevedo, Marcilio deBorges, Christhiano Raphael de AlbuquerqueFerreira, Marcelo de AndradeGuim, AdrianaAlmeida, Gledson Luiz Pontes de

Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar as respostas fisiológicas de termorregulação de vacas leiteiras da raça Girolando, no período de verão, mantidas em confinamento. Foram utilizados 15 animais de três grupos genéticos: 1/2, 5/8 e 3/4 Holandês-Gir (HG), sendo 05 vacas de cada grupo genético, distribuídas num delineamento inteiramente casualizado, em parcelas subdivididas. Os parâmetros fisiológicos: taxa de sudação (Tsud), frequência respiratória (FR), temperatura da epiderme (TE) e temperatura de superfície de pelame (TSP) dos animais foram avaliados uma vez por semana, durante nove semanas, de dezembro de 2009 a fevereiro de 2010, totalizando 135 observações. Durante todo o período experimental os dados climáticos foram registrados através de uma estação meteorológica automática, e usados posteriormente para calcular os índices de conforto térmico: ITU (índice de temperatura e umidade), ITGU (índice de temperatura de globo e umidade) eCTR (carga térmica radiante). Os animais 1/2 HG apresentaram Tsud mais alta e FR, TE e TSP mais baixas nos três grupos genéticos, enquanto nas vacas 3/4 HG foram verificadas as médias mais baixas de Tsud e mais altas de TE e TSP. As vacas 5/8 HG ficaram em posição intermediária para os valores de Tsud, TE e TSP. A média de FR dos animais 5/8 e 3/4 HG não diferiram entre si. Concluiu-se que animais de grupos genéticos 3/4 e 5/8 HG demonstram maior sensibilidade ao estresse pelo calor que as vacas 1/2 HG.(AU)

Texto completo