VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 95-99

Rendimento e composição do filé de pirarucu em diferentes classes de peso

Fogaça, Fabíola Helena dos SantosOliveira, Elenise Gonçalves deCarvalho, Samanta Eulles QuixabaSantos, Francisco José de Seixas

O rendimento de filé e a quantidade de resíduos gerada após o processamento são importantes para o planejamento e a avaliação do desempenho zootécnico de espécies e dos sistemas de produção aquícola brasileiros. O pirarucu (Arapaima gigas) está entre as espécies com características desejáveis para piscicultura intensiva e com alto valor de mercado. O objetivo do trabalho foi avaliar o rendimento do filé de pirarucu em diferentes classes de peso: 7,0 a 9,0 kg (grupo I), 11,0 a 13,0 kg (grupo II) e 14,0 a 17,0 kg (grupo III). O rendimento de filé não apresentou diferença significativa entre os grupos avaliados. A composição apresentou diferenças significativas (p < 0,05) para umidade (77,96 a 75,04%) e cinzas (2,21 a 2,46%), enquanto os valores de lipídeos e proteína bruta foram similares entre as classes avaliadas. Na avaliação da porcentagem de lipídios por porção (lombo, barriga e cauda) houve maior deposição de gordura na parte ventral e no grupo III. Dessa forma, pode-se abater o pirarucu com média de peso entre 7,0 a 9,0 kg, utilizando-se ciclos de produção mais curtos e obtendo-se filés com melhor qualidade por apresentarem menor porcentagem muscular de lipídio.(AU)

Texto completo