VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 403-410

Efeito da suplementação alimentar nas respostas fisiológicas, hormonais e sanguíneas de ovelhas Santa Inês, Ile de France e Texel

Amaral, Daniele FrancineBarbosa, Orlando RusGasparino, ElianeAkimoto, Luciene SetsukoLourenço, Fábio JoséSantello, Graziela Aparecida

Avaliou-se a suplementação de proteína (12% de proteína bruta (PB) (T1) e 16% de PB (T2)) na temperatura retal (TR), frequências respiratória (FR) e cardíaca (FC), glicose (Gl), albumina (Alb), proteínas totais (PT), triiodotironina (T3) e tiroxina (T4) de 16 ovelhas Santa Inês, 16 Texel e 15 Ile de France. A FR não diferiu no T1 e T2 na Santa Inês e Ile de France, sendo maior na Texel no T2. FR aumentou na primavera, na Texel, seguida da Ile de France e pela Santa Inês e caiu no outono para Santa Inês e Ile de France. FR foi maior à tarde, na Texel, na Ile de France e na Santa Inês. Maior FC na Santa Inês e Texel no T1 e menor na Ile de France. FC na Santa Inês foi superior nas estações do ano, e na primavera maior para todas as raças. Maior Gl, PT, Alb e T3 na Santa Inês, e iguais para Texel e Ile de France. T3 maior na Santa Inês no inverno; na Texel maior no inverno e primavera, sem diferenças para Ile de France. Gl, T3 e T4 iguais no T1 e T2, e a PT e Alb maiores no T2.(AU)

Texto completo