VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 371-377

Produção de forragem e desempenho animal em pastagens de coastcross consorciada ou não com Arachis pintoi, com e sem nitrogênio

Ribeiro, Ossival LolatoCecato, UlyssesRoma, Cláudio Fabrício da CruzFaveri, Juliana CantosGomes, José Augusto NogueiraBarbero, Leandro Martins

O estudo objetivou avaliar a produção de forragem e desempenho animal empastagens de Coastcross + Arachis pintoi; Coastcross + Arachis pintoi com 100 kg ha-1 de N;Coastcross + Arachis pintoi com 200 kg ha-1 de N e Coastcross com 200 kg ha-1 de N, nasestações de inverno, primavera, verão e outono. Utilizou-se o delineamento experimentalem blocos ao acaso, com os tratamentos em parcelas subdivididas, com duas repetições. Foram avaliados: acúmulo de massa de forragem e acúmulo diário de massa de forragem,ganho médio diário (GMD), ganho de peso vivo por área e taxa de lotação. A utilização de Coastcross + 200 kg ha-1 de N e as melhores condições climáticas na primavera e verão favoreceram tanto o acúmulo de massa de forragem (26.764 kg ha-1 de MS) quanto o acúmulo diário de massa de forragem (82 kg ha-1 por dia de MS). A utilização da associação entre Arachis pintoi + 200 kg ha-1 de N e Coastcross + 200 kg ha-1 de N, possibilitou o melhor desempenho animal, com GMD de 0,570 e 0,500 kg e taxa de lotação de 3,51 e 3,26UA ha-1, respectivamente. A utilização de pastagem consorciada sem a associação com doses de nitrogênio (100 e 200 kg ha-1) não favoreceu (p > 0,05) o acúmulo de massa de forragem e a taxa de acúmulo diária. A utilização de 200 kg ha-1 de N, com e sem a leguminosa, proporcionou o melhor desempenho e lotação animal por área.(AU)

Texto completo