VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 407-414

Composição corporal, exigências em proteína e energia para ganho de peso de caprinos em pastejo

Universidade Federal de Campina GrandeUniversidade Federal de Campina GrandeUniversidade Federal de Campina GrandeUniversidade Federal de Campina GrandeUniversidade Federal de Campina GrandeUniversidade Estadual de Maringá

Objetivou-se com este trabalho estimar a composição corporal e as exigências nutricionais em proteína e energia para ganho de peso de cabritos ½ Boer ½ SRD, na fase de crescimento, em pastejo na região semiárida. O experimento foi desenvolvido na fazenda ‘Nupeárido’, no município de Patos, Paraíba. Foram utilizados 24 cabritos com peso corporal médio inicial de 15 kg, em pastejo, distribuídos em quatro tratamentos com níveis crescentes de suplementação concentrada (0; 0,5; 1,0 e 1,5% do peso corporal). Os animais, mantidos em sistema de semiconfinamento, receberam suplementação alimentar, em baias individuais, ao serem recolhidos diariamente. Quando um dos animais de cada grupo atingia 30 kg de peso corporal, todos os demais animais do grupo eram abatidos após jejum de 16h. A composição corporal variou de 185,3 a 184,0 g de proteína; 53,0 a 120,2 g de gordura e 1.642 a 2.356 kcal kg-1 de corpo vazio. As exigências líquidas em proteína e energia variaram de 146 a 145 mg e 1,92 a 2,75 kcal g-1 de ganho, respectivamente, para animais de 15 a 30 kg de peso corporal. (AU)

Texto completo