VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 897-901

Rendimento de carcaça, filé e subprodutos da filetagem da tilápia do Nilo, Oreochromis niloticus (L), em função do peso corporal

Luzia de Souza, MartaCesar Freire Maranhão, Taciano

O experimento foi realizado na indústria de processamento de pescado Frigopeixe, em Toledo, Estado do Paraná, Brasil. O objetivo foi analisar os rendimentos de carcaça, filé e subprodutos de filetagem (rendimento dos músculos abdominais, porcentagens de pele bruta e resíduos) da tilápia do Nilo, Oreochromis niloticus (Perciformes, Cichlidae) em duas categorias de peso vivo. Os resíduos foram definidos como as porcentagens de cabeça, vísceras e nadadeiras. Foram utilizados 100 exemplares, alimentados com ração peletizada com 22%PB, cultivados por um período de 5 meses e previamente depurados em tanques de alvenaria, por 24 horas antes do abate. A seguir, foram submetidos a choques térmicos, eviscerados e filetados. O processo de filetagem foi realizado em série, por mais de uma pessoa, conforme metodologia empregada pela indústria. O delineamento foi inteiramente casualizado, com dois tratamentos (categorias de peso P1 = 300-400 g e P2 = 401-500 g), com 50 repetições, sendo considerado o peixe a unidade experimental. A categoria de peso P2 proporcionou o maior rendimento de carcaça sem cabeça (78,18%), músculos abdominais (3,51%) e pele bruta (6,56%), enquanto o P1 foi significativamente superior para porcentagens de cabeça (14,29%) e vísceras (10,09%). Não houve diferença significativa para rendimento de filé (P1 = 36,50% e P2 = 36,84%) e porcentagens de nadadeiras (P1 = 8,14%

Texto completo