VETINDEX

Periódicos Brasileiros em Medicina Veterinária e Zootecnia

p. 1-6

Detecção de fraude em leite e queijo de coalho caprino por adição de leite bovino

Rociene Abrantes, MariaRosceli Menezes de Oliveira, Adrienede Oliveira Cabral Rocha, ManuellaOliveira de Souza, GiseleOliveira Telles, EveliseMiyoshi Sakamoto, SidneiBerg Alves da Silva, Jean

A globalização e o aumento da demanda dos consumidores por alimentos seguros têm levado a grandes investimentos em pesquisas e implementação da garantia de qualidade para aumentar a competitividade no mercado, a confiabilidade e a segurança dos alimentos [12].A identificação das espécies em produtos lácteos tem uma grande importância devido a reações adversas em humanos às proteínas do leite ou da possibilidade de detecção de procedimentos fraudulentos, como a substituição de um tipo de leite por outro [3]. O leite bovino é relatado como o principal produto lácteo responsável por reações adversas em humanos [11], na maioria dos casos esse produto pode ser substituído por leite de outras espécies como o de cabra, sem causar sintomas alérgicos [8].Para evitar a possível substituição fraudulenta de leite de cabra pelo de vaca, que é mais disponível e barato, é necessário desenvolver procedimentos analíticos capazes de detectar fraudes e proteger os consumidores de rotulagem enganosa. Neste sentido a técnica da Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR) tem sido bem sucedida, detectando a presença de cé- lulas somáticas de mamíferos em produtos lácteos [1].Apesar da utilização de técnicas moleculares na verificação de autenticidade em produtos lácteos, não existem estudos utilizando a PCR na identificação de leite bovino em queijo de coalho caprino, um produto tradicional, geralmente c

Texto completo